MORANGO IRRESISTÍVEL

Formato de coração, vestido com a intensidade do vermelho, textura macia, e aroma silvestre que transmite ao paladar um toque agridoce, o morango, considerado a fruta símbolo de Vênus, é com certeza a fruta dos românticos.

Ele é um fruto originário da Europa e típico de países de clima frio. Pertence à família das rosáceas, assim como a maçã, pêra, pêssego e cereja. Atualmente é cultivado e consumido em praticamente todo o mundo mas poucas são as pessoas que conhecem sua origem histórica. Alguns registros datam que até o ano de 1400, o morango era apenas uma frutinha que nascia espontaneamente nas montanhas Européias. Embora tenham sido os ingleses, alemães e italianos que, que preconizaram o cultivo do morango, os primeiros a consumi-lo em preparações foram os franceses, já que os italianos os utilizavam mais como erva medicinal, no tratamento de distúrbios digestivos e como tônico para a pele, e nas outras cortes o consumo do fruto não era largamente difundido, ficando restrito a um pequeno círculo de nobres.

No início do século passado, o morango despertou grande interesse comercial, levando pesquisadores a experimentarem vários cruzamentos e obter diversas variedades interessantes, consolidando o Morango como um produto mundial.

Não há informações precisas sobre o início do cultivo no Brasil, mas os principais produtores são os mineiros, paulistas, catarinenses e gaúchos.

O morango é um fruto carnoso, suculento, de sabor levemente ácido e contém várias substâncias essenciais para o organismo, como o potássio e o sódio, responsáveis pelo metabolismo e pelo movimento da musculatura cardíaca. É rico em vitamina C, que ajuda a prevenir gripes, proporciona resistência ao organismo contra infecções, auxilia na cicatrização de feridas e na absorção do ferro e evita a fragilidade dos ossos e a má formação dos dentes.

Ele possui também, em menor quantidade, vitamina B5 (Niacina) e Ferro. A Niacina tem como função prevenir contra problemas de pele, do aparelho digestivo e do sistema nervoso, e o mineral Ferro é importante porque faz parte da formação do sangue.

O morango é recomendado também como auxiliar do tratamento da gota e reumatismo. É ainda eficiente contra infecções do fígado, garganta e vias urinárias. E tem mais! O morango pode até ajudar a abaixar a pressão arterial! Isso graças às antocianinas e procianidinas presentes em sua composição. Possui ainda ácido elágico, um flavonóide com ação antioxidante, e o ácido gálico, que ajudam a diminuir o risco de câncer.

Além de consumido in natura, é também muito utilizado no preparo de tortas, mousses, geléias, iogurtes, sucos, bolos, sorvetes, leites aromatizados, etc. , tendo seu espaço garantido também na indústria de alimentos.

Como Comprar

O morango muitas vezes carrega resíduos de agrotóxicos. Ele é sensível ao ataque de pragas. Por isso o uso de defensivos em seu cultivo. Na hora da compra, observe se estão com bom aspecto, de tamanho médio, com talos bem verdes, e corpo de cor vermelha bem viva. Quanto mais vermelho melhor, pois, isso indica que está maduro e os pesticidas, se foram usados, já perderam parte do efeito.

Como Conservar

Como são altamente sensíveis, os morangos não podem ser guardados por muito tempo. Resistem por até no máximo três dias, na geladeira, inteiros e sem serem lavados, pois, a água acelera o processo de deterioração.

Porém devem ser lavados antes do consumo para eliminar eventuais impurezas, pois, trata-se de fruto rasteiro. Convém lavá-los em bastante água corrente cuidadosamente e, depois de lavados, deixá-los de molho em água acidificada (limão ou vinagre) durante 15 minutos.

Dicas e Curiosidades

O morango amassado com mel é um ótimo remédio para os males dos rins;

O chá das folhas do morango é um excelente diurético;

Na verdade, os frutos do morangueiro são as sementes amarelas ou pretas, localizadas na superfície da parte vermelha.

As pessoas que sofrem de problemas nos rins, como formação de cálculos renais, devem evitar o consumo de morango, pois, ele contém ácido oxálico, que reduz a absorção de minerais e pode agravar os problemas de pedras nos rins.

Evite picar o morango. Quanto mais cortado for, maior a superfície de contato com o oxigênio, o que fará com que parte das substâncias antioxidantes se percam.

Evite levar ao fogo. Lembre-se que boa parte da vitamina C some quando uma fruta é cozida. A sugestão é só colocar o morango na panela no finalzinho da preparação.

Receita: Espuma de morango com hortelã

Ingredientes

  • 1 caixinha de gelatina sabor morango
  • 1 copo de iogurte sabor morango
  • 2 xícaras de morango picado, mais algumas metades da fruta para enfeitar
  • 3 colheres de sopa de açúcar
  • 3 colheres de sopa de hortelã picada, mais algumas folhas para enfeitar

Modo de preparo

  • Preparar a gelatina conforme as instruções da embalagem, utilizando somente a metade da água indicada;
  • Levar à geladeira até ficar praticamente firme.
  • Bater no liquidificador, o iogurte, o morango picado, o açúcar e a hortelã e bater bem;
  • Juntar a gelatina e bater ligeiramente, apenas o suficiente para misturar tudo;
  • Levar de volta à geladeira, enfeitando com os morangos e folhas de hortelã reservadas para este fim;
  • Servir depois de estar na geladeira por no mínimo duas horas.
  • Rendimento: 06 porções 

www.fazendaverde.com.br
Topo da Página.